Mãe acorrenta filha usuária de crack e é levada à delegacia

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2017 14h06 - Atualizado em 29/06/2017 00h30
Reprodução Vídeo Jovem Pan On LineFeirão do crack no centro de São Paulo é ignorado pelo poder público

Uma mãe se viu obrigada a tomar uma atitude extrema para tentar salvar a filha da dependência química.

Mãe é presa após acorrentar filha usuária de crack a um guarda-roupa em Sorocaba, no interior de São Paulo. A mulher de 43 anos estaria preocupada com as ameaças recebidas de traficantes e decidiu manter a garota de 17 anos em cárcere privado.

Após uma denúncia anônima, a Guarda Civil municipal foi até a residência da família e encontrou a jovem com uma corrente nos pés presa no móvel. A mãe contou que tomou a decisão há 40 dias por não ver outra alternativa, já que a filha saía de casa apenas para se drogar.

O comandante da GCM de Sorocaba, Antonio Mariano de Carvalho, explica que a menina parecia desnutrida e não queria se alimentar. A mãe foi encaminhada para uma delegacia e indiciada por maus tratos, sendo liberada em seguida.

A jovem foi conduzida para atendimento médico e poderá ser internada de forma compulsória.

As informações são do repórter Jovem Pan Anderson Costa. Ouça AQUI.