Marcelo Odebrecht depõe ao TSE em processo que investiga chapa Dilma-Temer

  • Por Jovem Pan
  • 01/03/2017 07h28
RIO DE JANEIRO/BRAZIL, 14APR09 - Participants captured during the World Economic Forum on Latin America in Rio de Janeiro, Brazil, April 14, 2009. Copyright World Economic Forum (www.weforum.org)/Photo by Cicero Rodriguesmarcelo odebrecht (Cicero Rodrigues/ World Economic Forum )

O Tribunal Superior Eleitoral começa a ouvir nesta quarta-feira (1º) os executivos da Odebrecht que fecharam acordo de delação premiada na Operação Lava Jato.

O ministro Herman Benjamin é o relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, acusada de receber recursos ilegais para a campanha de 2014. O primeiro depoimento será de Marcelo Odebrecht, que será ouvido em Curitiba, onde está preso.

Benedito Junior e Fernando reis serão ouvidos nesta quinta no RJ. Já Claudio Melo e Alexandre Alencar serão ouvidos em Brasília no dia 06.

O objetivo é apurar denúncias de que a campanha da chapa presidencial foi financiada com dinheiro de propina. O STF já homologou as delações de 77 executivos da empreiteira, mas o sigilo foi mantido.

As delações atingem políticos dos mais diferentes partidos, inclusive o núcleo do Governo. O próprio presidente Michel Temer foi citado. Em nota na última semana, ele disse que o PMDB recebeu recursos da Odebrecht, mas que tudo foi devidamente declarado.

O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, admitiu que novas testemunhas podem ser ouvidas: “o que se investiga é uma forma de fazer política, que esperemos que fique no passado. Mais que a importância do resultado, o importante é que haja documento histórico sobre como se faia política no Brasil”.

*Informações da repórter Luciana Verdolin