MBL e Vem para Rua definem delação como “cereja do bolo” para manifestação

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2016 18h06

Manifestação contra o governo federal reúne 1 milhão de pessoas na Paulista

Manifestação contra o governo federal reúne 1 milhão de pessoas na Paulista

As informações divulgadas pela revista IstoÉ da delação premiada do senador Delcídio Amaral dão ainda mais energia para as próximas manifestações pró-impeachment, marcadas para o dia 13 de março. Essa é a opinião dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri, e do Vem Pra Rua, Rogério Chequer.

A delação, que ainda não foi homologada no Supremo Tribunal Federal, traz mais perspectiva do impeachment da presidente Dilma Rousseff e também da prisão de Lula, segundo Kim, “o problema não era a falta de indignação, mas agora com certeza o 13 de março fica mais forte”.

O líder do MBL disse ainda que as informações são coerentes com os escândalos do Petrolão e do Mensalão. “É a cereja do bolo para a manifestação. Arrisco até dizer que esta [do dia 13] chegará ao nível da de março do ano passado, a maior até então”, declarou.

Chequer reforçou que o discurso de Delcídio e o que vem sendo divulgado de outras delações fecha o quebra-cabeça do que acontece e está na cara de todo mundo. “É um esquema criminoso que envolvia altos políticos, governantes, emprenteiros e membros de outros poderes (…) uma triste e enorme realidade”, destacou.

“Só faz aumentar indignação e sentimento do povo estar sendo feito de idiota. Vai aumentar ainda mais energia para pessas irem protestar contra isso e mostrar que povo nao esta mais calado contra esse desrespeito”, disse, convocando a população para as manifestações.