Mesmo após entregar celular, pedestre é morto durante assalto

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2016 07h49
SP - ROUBO CELULAR/VÍTIMA ASSASSINADA - GERAL - Rapaz de 28 anos é morto na noite desta quarta-feira (10) por dois homens armados em uma moto na Rua Baldonero Carqueja, no Jardim São Luiz, Zona Sul de São Paulo (SP). Mesmo entregando o celular, Rafael foi baleado pelos bandidos. Mesmo feriado, a vítima conseguiu pediu ajuda. Socorrido ao PS Campo Limpo, não resistiu aos ferimentos e morreu. Os dois criminosos foram presos na Avenida Giovanni Cronchi, na Vila Andrade. 11/02/2016 - Foto: EDISON TEMOTEO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOLatrocínio no Campo Limpo

 Bandidos foram presos após assassinar um pedestre durante assalto na região do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo. Rafael da Silva Leite, de 28 anos, foi atacado na noite de quarta-feira (10/02) na esquina da Rua Baldonero Carqueja com a Rua Yolanda de Abreu Bruno, na Vila Prel.

Os dois homens, um deles armado com uma pistola calibre 22, surgiram em uma moto CG 125 preta e anunciaram o assalto, exigindo o celular da vítima. Sem reagir, Leite entregou o aparelho e começou a se afastar, mas os ladrões se aproximaram, e o que estava com a arma atirou uma vez.

Atingido no tórax, o jovem ainda foi socorrido por um resgate dos bombeiros e levado para o Hospital do Campo Limpo, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Acionada, a Polícia Militar obteve imagens das câmeras de segurança instaladas em uma residência do local do crime, que gravaram toda a cena.

As características dos criminosos foram repassadas, pelo rádio, às equipes da área, que começaram a fazer buscas. A dupla foi localizada por dois PMs do 16º Batalhão, que faziam patrulhamento com motos na Avenida Giovanni Groncchi.

Surpreendidos, os bandidos se entregaram sem reação. A arma usada no crime e o celular da vítima foram encontrados com eles. A moto usada no assalto não apresentava irregularidades e pertencia ao pai de um dos bandidos.

Jhonata da Conceição Oliveira, de 21 anos, e Luan da Silva Bezerra, de 27, autor do tiro que vitimou o pedestre, não contavam com passagens na Polícia. Eles foram encaminhados ao 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi, e autuados em flagrante pelo crime de latrocínio.