Ministro garante continuidade no monitoramento de suspeito de terrorismo

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2016 10h50
Hacker

Ministro da Justiça disse que monitoramento de WhatsApp e redes sociais de suspeitos de terrorismo e outros crimes será contínuo.

A Operação Hashtag fez uso da vigilância dos aplicativos para chegar aos doze suspeitos de terem se associado para planejar atos durante os Jogos Olímpicos.

O Governo preferiu não detalhar como fez a observação, sob a alegação de que isso atrapalharia a presente e as futuras investigações.

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, disse que, de qualquer maneira, esse monitoramento vai continuar sendo utilizado: “o monitoramento continua não só agora durante as Olimpíadas, mas para sempre. É uma expertise e todo um instrumental de inteligência”.

Alexandre de Moraes disse ainda que vai encaminhar à Câmara projeto que garanta privacidade nos aplicativos, mas permitindo acesso às autoridades quando preciso. Ele deu as declarações nesta terça-feira (26) em Guarulhos, quando vistoriava as instalações do aeroporto na preparação para os Jogos Olímpicos.

*Informações do repórter Tiago Muniz