40% das mulheres sentem dor na hora do sexo, revela sexóloga

  • Por Jovem Pan
  • 01/07/2016 11h29
Reprodução

Nada como começar o mês de julho falando sobre sexo, não é mesmo? Nesta sexta-feira (1), o Jovem Pan Morning Show conversou com a sexóloga Carmita Abdo, criadora da pesquisa Mosaico 2.0, que apresenta o panorama da sexualidade da população brasileira. Segundo ela, 40% das mulheres ainda afirmam sentir dores durante a relação sexual.

A psicóloga Paula Napolitano vê essa informação com preocupação e aponta que os homens precisam ter mais cuidado com os preparativos antes do ato sexual, ajudando a parceira com a lubrificação para que não haja nenhuma lesão na vagina.

“Isso é preocupante. Com essa repressão sexual desde pequena, a mulher retrai a vagina na hora da relação. Para completar, não temos um incentivo grande durante as preliminares. Os homens não conseguiram entender que o desejo é uma subida e que a mulher leva um tempo. As mulheres vão para uma relação sem estarem no ponto ainda”, contou.

Carmita também traz um grande tabu que o sexo masculino vem sofrendo: problemas de ereção. A sexóloga revela que muitos homens veem esse problema relacionado a falta de virilidade, o que não é o caso. Problemas no dia a dia, stress pós trabalho e situações conflituosas colaboram para a falta de apetite sexual.

“Muita gente do sexo masculino acredita que não ter ereção é não ser homem o suficiente. Não ter ereção está ligado a não estar bem na relação e até problemas de saúde. É muito importante quando essa condição acontece, vá avaliar o relacionamento no primeiro momento e depois tente saber se não há nenhum problema de saúde”, indicou.