Morte de Teori adia assinatura de acordo entre RJ e União para quinta-feira (26)

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2017 06h24

Palácio do Planalto "bateu picos de gastos com publicidade" e estas despesas aumentaram 65% de um ano para o outroPalácio do Planalto - Ag. Brasil

Foi adiado para a quinta-feira (26) o encontro em Brasília entre o presidente Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, para anunciar acordo de socorro ao Estado.

A morte, na semana passada do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, na prática, adiou em três dias a oficialização do acordo.

Segundo o próprio Ministério da Fazenda, antes de formalizar as condições, o Governo federal precisa repassar ao Supremo Tribunal Federal a formatação jurídica do acordo.

A expectativa inicial era de que o acordo fosse anunciado nesta segunda-feira (23).

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que na semana passada participou do Fórum Econômico Mundial em Davos, chegou a antecipar o retorno aqui à Brasília para tentar fechar a proposta o mais rapidamente possível.

Na sexta-feira (20) o ministro esteve no Palácio do Planalto juntamente com a advogada-geral da União, Grace Mendonça, para discutir o assunto com o presidente Michel Temer.

*Informações da repórter Luciana Verdolin