MP recupera US$ 25 mi para Prefeitura de SP por desvios na gestão Maluf

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2016 06h40
Plenário 01 Reunião Ordinária Deputado Paulo Maluf Foto: Leonardo Prado 18/05/2010Paulo Maluf - Câmara

O Ministério Público recuperou US$ 25 milhões para Prefeitura de São Paulo de bancos estrangeiros por desvios na gestão do ex-prefeito Paulo Maluf. A quantia faz parte de um termo de ajustamento de conduta assinado pelo Citibank e pelo UBS, e vale como indenização por danos morais coletivos.

Com o pagamento do valor, as duas instituições financeiras ficam livres de serem processadas por ter movimentado dinheiro ilícito. A Promotoria do Patrimônio Público disse que US$ 340 milhões foram desviados das obras da avenida Roberto Marinho e do túnel Ayrton Senna.

Ao todo, já foram recuperados cerca de R$ 145 milhões de bancos internacionais que movimentaram recursos do ex-prefeito e da família dele.

O promotor Silvio Marques disse que os recursos estavam em contas de empresas offshores ou de fundações particulares: “chegamos a um valor de, pelo menos, US$ 340 milhões nas contas ligadas ao ex-prefeito, porque as contas não estão no nome dele, mas em nome de fundações particulares. Mas todas as instituições controladas pela família”.

Os recursos recuperados deverão ser utilizados para a criação do Parque Augusta ou para a construção de creches.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou ao repórter Anderson Costa que existe a expectativa de ampliar a recuperação de dinheiro desviado: “com esses três acordos firmados, já temos um total de recuperação de R$ 145 milhões apenas na Operação Água Espraiada. E ainda temos perspectiva de recuperar mais recursos mediante o mesmo procedimento com outros agentes financeiros envolvidos”.

Em nota, o ex-prefeito Paulo Maluf negou a existência de contas no exterior e disse se tratar de uma história antiga e requentada. Segundo a assessoria dele, não há documento que comprove que este dinheiro pertença a Maluf.