MPF entra com segunda ação contra Caixa em menos de 15 dias

  • Por Jovem Pan
  • 21/07/2016 08h24
Caixa Econômica Federal

O Ministério Público Federal entrou com ação para que a Caixa Econômica Federal reforme apartamentos de conjunto habitacional na capital paulista. A promotoria afirma que os residenciais Raposo Tavares II e III estão com defeitos e apresentam infiltrações e rachaduras por vícios construtivos.

Nas áreas comuns, a vistoria detectou manchas de infiltração nos últimos lances de escada e rachaduras na parte externa. Nas fachadas, as estruturas das marquises estavam se descolando dos acabamentos, o que pode causar graves acidentes.

Também é ré na ação a construtora Etemp Engenharia Indústria e Comércio Limitada, responsável pela construção defeituosa do empreendimento.

São 240 unidades residenciais erguidas na Zona Oeste de São Paulo; o inquérito sobre os problemas nos edifícios vem desde 2013.

Esta é a segunda vez em menos de quinze dias que o MPF entra com ação contra a Caixa pelo mesmo motivo. No começo do mês, a promotoria pediu que fossem reformados os apartamentos de um conjunto habitacional em Guaianases, na Zona Leste.

*Informações do repórter Tiago Muniz