Na presença dos filhos, mulher é morta a facadas pelo marido na zona oeste de SP

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2017 06h01
Avenida Duquesa de Goiás

Mulher é morta a facadas pelo marido em apartamento na região do Morumbi, na Zona Oeste de São Paulo. Ferida com vários golpes, a doméstica Joelma Oliveira, de 23 anos, morreu antes que pudesse ser socorrida.

Ela foi esfaqueada na noite desta terça-feira (18) no apartamento em que morava, na Avenida Duquesa de Goiás, em um condomínio popular no Real Parque.

O crime foi praticado pelo marido da doméstica, o pintor Wagner José do Carmo, de 37 anos, que está foragido.

Segundo parentes, eles eram casados havia nove anos e tiveram três filhos, de seis, cinco e um ano de idade, mas Joelma vinha sendo agredida constantemente pelo marido e, com medo, nunca prestou queixa à Polícia.

De acordo com vizinhos, nesta terça pela manhã, o casal teve uma forte discussão, e a Polícia Militar foi acionada. Os PMs estiveram no prédio, mas, como não houve agressão física por parte do pintor, a jovem foi orientada a procurar o poder judiciário e solicitar as medidas protetivas com base da Lei Maria da Penha.

O pintor também foi orientado a deixar o imóvel e procurar a Justiça para resolver a separação e a partilha dos bens do casal de forma amigável.

Wagner decidiu ir embora, mas, à noite, retornou e, após nova discussão, por causa do apartamento, registrado no nome dela, matou a mulher na presença dos filhos.

Em seguida, ele deixou o prédio correndo e fugiu em seu veículo, que havia deixado estacionado em um uma rua próxima. Vizinhos ouviram os gritos da mulher e ainda acionaram a Polícia Militar e os Bombeiros, mas a doméstica não resistiu e acabou morrendo no local.

O caso foi registrado no 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi, pelo delegado Danilo Alexíades.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore