Não acredito que Maia consiga respaldo para justificar recondução, avalia Rosso

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2017 09h32

Presidente da Comissão Especial do ImpeachmentABR - Presidente da Comissão Especial do Impeachment

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o líder do PSD na Câmara, e candidato à presidência da Casa, deputado Rogério Rosso, criticou a tentativa de Rodrigo Maia de uma reeleição.

“O parágrafo 4º do Art. 57 da Constituição não consegue ser mais claro. Não pode reconduzir o mesmo presidente para outro biênio. Está claro isso. Sou advogado e não consigo acreditar que o presidente Rodrigo Maia vá encontrar respaldo para isso (…) Fiz consulta ao CCJ para tentar resolver essa questão internamente e foi para judicialização. Acho que 99% dos juristas brasileiros sabem que Rodrigo Maia não poderia fazê-lo”, esclareceu o deputado.

Rosso, que lançou sua candidatura nesta semana via rede social, admitiu ser difícil disputar a eleição com um candidato que está no cargo, mas garantiu que trabalha para vencer a disputa.

“Já visitei seis capitais em 10 dias, vou a São Paulo amanhã (12) e agenda continua. É para valer! Não estou vendo a família nestes dez dias. Não é para brincar. Tenho procurado fazer campanha diferente da de outros candidatos. Não estou levando assessor para viagem, nem barulho de festa. Acredito que é sola de sapato, conversar com lideranças e pedir voto”, disse.

Caso seja eleito pela maioria da Câmara, Rosso definiu como prioridade o estreitamento da relação da Casa com a sociedade. “Distância gera visão que a sociedade tem da Câmara negativa. Gostaria de encurtar essa distância”, afirmou.

Além disso, o líder do PSD defendeu o fim das sessões durante a madrugada. “Temos que evitar isso por conta de excesso de hora extra, falta de planejamento da Ordem do Dia, além da falta de transparência. O deputado acaba que nem sabe o que está votando, não tem tempo de analisar”, finalizou.

Confira a entrevista completa: