No 1º dia, Expresso Olímpico leva mais tempo que o anunciado da Luz até Itaquera

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2016 07h07
O governador Geraldo Alckmin durante entrega de dois novos trens para a Linha 11-Coral-Expresso Leste (Luz-Guaianazes), da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Data: 04/11/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA CPTM - Fotos Públicas

O trem expresso para os Jogos Olímpicos em São Paulo tem esquema parecido ao da Copa e entra em funcionamento com atraso na viagem inaugural. Os organizadores recomendam que o acesso à Arena Corinthians para os jogos de futebol seja feito por meio do transporte público.

A opção prioritária é pelos trens da CPTM, que saem da estação da Luz e seguem, sem paradas, até Itaquera, no período de três horas antes das partidas.

O secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, afirmou que o serviço será mantido até o início da madrugada quando os jogos forem à noite: “normalmente, quando tem jogo do Corinthians, às 22h em Itaquera, nós deixamos. Fazemos a mesma proposta. Embarcamos todos e todas as linhas do Metrô ficam abertas para desembarcar as pessoas onde elas precisarem. Provavelmente o Metrô deve ficar aberto até 01h”.

Nos dias 10 e 12 de agosto, os jogos começam às 19h e o esquema será um pouco diferente: o expresso correrá das 14h às 17h.

Em entrevista ao repórter Tiago Muniz, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse que, depois disso, a operação será mista: “vai ter um trem direto e um trem parador. Faz um mix para não prejudicar a população na hora do rush, na hora do pico”.

Na viagem inaugural, entre a estação da Luz e Itaquera, o expresso olímpico levou 23 minutos, enquanto o anunciado era 19. A Arena Corinthians, na Zona Leste de São Paulo, vai receber dez partidas da Olimpíada: seis do torneio feminino e quatro do masculino.

Confira a reportagem de Tiago Muniz: