Operação interdita 84 postos de combustíveis em SP por irregularidades

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2016 08h32
Petrobras

Uma operação deflagrada em conjunto pelo governo de São Paulo e pela Agência Nacional de Petróleo constatou irregularidades em 13% das bombas de combustíveis fiscalizadas no Estado.

O Instituto de Pesos e Medidas, o IPEM, fiscalizou 341 postos, sendo 103 na capital, 229 no interior e 9 no litoral. 84 estabelecimentos foram interditados e outros 13 foram lacrados.

Os técnicos encontraram diferença média de 10% entre o valor cobrado do consumidor e o volume efetivamente abastecido.

Equipamentos eletrônicos usados para a realização das fraudes foram apreendidos. Entre os dispositivos, estão chips instalados dentro de bombas, que permitiam que as alterações fossem efetuadas por controle remoto.

Os fiscais também constataram adulterações na qualidade dos combustíveis, rompimento de lacres e ausência de documentação.

Doze ocorrências foram registradas pelo Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania, que vai apurar a ocorrência de crimes contra o consumidor.

*Informações do repórter Vitor Brown