Operação prende 9 torcedores do Santos após briga com torcida corintiana

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2016 11h01

Operação da Polícia Civil prende nove torcedores do Santos envolvidos em briga com corintianos na Zona Leste de São Paulo. O confronto ocorreu na Estação Penha do Metrô, no dia 1º de junho, pouco antes do clássico entre as duas equipes realizado na Arena Corinthians.

Além dos nove mandados de prisão, a Polícia cumpriu outros nove de busca e apreensão. Os presos foram identificados por meio de imagens das câmeras de segurança do Metrô.

A delegada Margareth Barreto, que é da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, explicou que entre os detidos estão o presidente da Torcida Jovem do Santos, Denis de Almeida, e uma mulher. “Muito difícil a gente comprovar a participação da diretoria nas ações delituosas, até porque existe lei de silêncio entre as torcidas. Neste caso, como tem imagem, a gente conseguiu identificá-o, existe dpeoimentos e isso é uma coisa que o estado não pode mais subexistir com esse tipo de coisa. Essas imagens captam também uma mulher na cena do crime”.

A delegada acrescentou ainda que os santistas chegaram a levar camisetas dos torcedores do Corinthians. Margareth Barreto disse que pelas imagens é possível verificar que os detidos eram praticantes de lutas marciais: “eles fazem lutas marciais. Dos 9, sete ou 8 praticam e acabam usando essa prática para cometer crimes nas ruas”

A delegada informou que outros torcedores envolvidos na briga devem ser presos nos próximos dias. Eles vão responder por provocação de tumulto, lesão corporal, roubo e associação criminosa.

*Informações do repórter Anderson Costa