Orlando tem policiamento reforçado e turistas podem viajar normalmente

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2016 08h58
. Orlando (United States), 12/06/2016.- A LGBT (lesbian, gay, bisexual, and transgender) pride flag lies near lit candles during a vigil to honor the victims of a mass shooting at a nightclub, at Eola Lake Park in Orlando, Florida, USA, 12 June 2016. At least 50 people were killed and 53 were injured in a shooting attack at an LGBT club in Orlando, Florida, in the early hours of 12 June. The shooter, Omar Mateen, 29, a US citizen of Afghan descent, was killed in an exchange of fire with the police after taking hostages at the club. (Atentado, Incendio, Estados Unidos) EFE/EPA/RYAN STONEAtentado em Orlando EFE

 O jornalista brasileiro Lombardi Júnior, que reside em Orlando, falou à Jovem Pan que a cidade, famosa por suas atrações turísticas, dificilmente representa perigo para quem tiver viagem marcada: “Não há nenhum risco de vir para Orlando, inclusive os parques da Universal e da Disney funcionam normalmente. As assessorias de imprensa dos parques dizem que a segurança está dobrada, mas que não há motivo para ter pânico. Foi um fato isolado, de uma facção terrorista, mas Orlando não proporciona insegurança para quem viaja”.

Lombardi Júnior falou que a população está em choque e que os corpos estão sendo removidos aos poucos da boate: “Quando nós, moradores da cidade, nos demos conta do que estava acontecendo, foi um choque total”.

Os Estados Unidos são conhecidos pelo forte policiamento em ações de crimes menores e até acidentes. Lombardi explica que a cidade está com forças policiais dobradas por prevenção: “O policiamento é ostensivo, estamos vendo um número muito maior do que estávamos acostumados a ver. Mas não nos causa estranheza porque o policiamento aqui é ostensivo. É mais para prevenção do que para atender demanda. A segurança está dobrada em todos os setores de Orlando”.