Allan dos Santos: ‘Decisões de Moraes buscam me sufocar financeiramente’

Em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is, jornalista disse que decisão do ministro do STF sobre o Telegram não tem embasamento jurídico

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2022 19h25
Reprodução/Pânico Allan dos Santos em transmissão do programa Panico Allan dos Santos participou do programa Os Pingos Nos Is desta sexta

O jornalista Allan dos Santos afirmou nesta sexta-feira, 18, que as decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes buscam prejudicá-lo financeiramente. O magistrado pediu a suspensão do Telegram em todo o Brasil nesta tarde, alegando que o aplicativo de mensagens não cumpriu decisões judiciais para o bloqueio de perfis apontados como disseminadores de fake news, como o de Allan. Em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, o dono do canal “Terça Livre” disse ver a decisão como uma cortina de fumaça. “Ele está o tempo todo rasgando a Constituição brasileira. Eu não sou indiciado, não tenho foro para estar no STF. A perseguição e a derrubada de um meio de comunicação, algo que não acontecia no Brasil, passou a ser algo normal. Essas decisões de Moraes buscam me sufocar financeiramente porque meu público está no Brasil”, destacou. Allan disse ainda que a decisão não tem embasamento jurídico. “Nós estamos diante de uma atrocidade que nenhum jurista pode argumentar de modo são e racional. Infelizmente todas as decisões de Moraes passam apenas pela vontade dele”, ressaltou. 

Assista à entrevista no programa Os Pingos Nos Is: