Ana Paula: Fundão eleitoral é medida vergonhosa e Bolsonaro tem que vetar

Presidente afirmou que não vai sancionar o aumento do valor do fundo para R$ 5,7 bilhões; programa ‘Os Pingos Nos Is’ comentou a decisão

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2021 20h16 - Atualizado em 20/07/2021 21h35
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOBolsonaro disse que vai vetar aumento do fundo eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 19, em entrevista a TV Brasil, que deve vetar o aumento do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhões para R$ 5,7 bilhões. A medida foi aprovada pelo Congresso Nacional, inclusa na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Nesta terça-feira, 20, o presidente confirmou pelas redes sociais que não vai sancionar a medida. “Defendemos, acima de tudo, a harmonia entre os Poderes, bem como a sua autonomia. É partindo deste princípio que jogamos, desde o início, dentro das quatro linhas da Constituição Federal. Dito isso, em respeito ao povo brasileiro, vetarei o aumento do fundão eleitoral”, escreveu.

Ana Paula Henkel, comentarista do programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, afirmou que Bolsonaro tem que vetar a proposta, que classificou como vergonhosa. “É o fundão da vergonha. O presidente Bolsonaro tem que vetar sim e jogar isso de volta para o Congresso”, defendeu. “Se eles [parlamentares] não prestarem contas à população, principalmente em relação a medidas vergonhosas como esse fundo eleitoral, o brasileiro não vai deixar mais esses políticos em paz, e é assim que tem que ser. Dentre todas as artimanhas e negociatas que acontecem no Congresso, o brasileiro infelizmente continua sendo refém”, completou. 

Confira a íntegra do programa desta terça-feira, 20: