Ana Paula Henkel defende investigações contra o MBL: ‘É um vespeiro’

Ministério Público Federal obteve autorização da Justiça para ampliar as investigações contra o líder do MBL, Renan dos Santos; programa Os Pingos Nos Is comentou

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2022 19h14
Reprodução/Instagram/@renansantosmbl Renan dos Santos MBL Renan dos Santos é líder do MBL

O Ministério Público Federal (MPF) obteve autorização da Justiça para ampliar as investigações contra o líder do MBL, Renan dos Santos. Ele é suspeito de cometer irregularidades em transações financeiras milionárias e lavagem de dinheiro. Segundo reportagem publicada pelo Estadão, Renan e sua irmã, Stephanie, teriam movimentado R$ 1,8 milhão por meio da empresa chamada Angry Cock, sediada em um bairro humilde da cidade de Simões Filho, na Bahia. Os dados são da Operação Juno Moneta, deflagrada em 2020 para investigar a família do líder do MBL por suspeita de lavagem de dinheiro.

Ana Paula Henkel, comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, defendeu a ampliação das investigações. “É um vespeiro. Tem que seguir nas investigações porque nós não estamos falando de uma ONG que tem suas contas questionadas. Estamos falando de um movimento politico que se propôs a mudar os rumos da política no Brasil, a trazer um frescor, apontar os dedos para os políticos que são corruptos”, disse. “Que as investigações sigam o rumo que tem que seguir, que as contas sejam prestadas. Agora nosso papel como cidadãos é questionar se é esse tipo de político que nós queremos ter no Brasil. Mesmo que sejam novos, a aura e o DNA são de política velha”, concluiu. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta segunda-feira, 14: