Ana Paula Henkel: ‘Seria bom se a CPI tivesse seriedade e não fosse usada como palanque político’

Comentarista do programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, também criticou a escolha de Renan Calheiros para relatoria da CPI

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2021 20h06
Waldemir Barreto/Agência Senado - 10/02/2021Opositor do governo federal, o senador Renan Calheiros será o relator da CPÌ da Covid-19

Em meio a uma batalha judicial, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi escolhido relator da CPI da Covid-19, instalada na manhã desta terça-feira, 27, no Senado. Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) serão, respectivamente, presidente e vice-presidente do colegiado. Na noite da segunda-feira, 26, a Justiça Federal do Distrito Federal concedeu liminar impedindo a escolha do emedebista, em ação popular movida pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). No entanto, na manhã de hoje, o desembargador Francisco de Assis Betti, presidente em exercício do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), derrubou a decisão de primeira instância sob a alegação de que a escolha do relator é prerrogativa do presidente da comissão, não cabendo ao Judiciário interferir no Legislativo.

A comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan, Ana Paula Henkel disse que seria bom que a CPI da Covid-19 tivesse seriedade e que não fosse utilizada “como palanque político”. “Seria muito bom se essa CPI da Covid-19 primeiro tivesse o mínimo de seriedade e não apenas estar sendo usada para palanque político no caminho da eleição presidencial de 2022 e se nós não tivéssemos mais uma lista de prioridades antes dessa CPI. Tanta coisa acontecendo dentro dessa pandemia no Brasil, fora da pandemia também, os nossos problemas de sempre, e, no entanto, vamos gastar um tempo precioso, dinheiro precioso, recursos que poderiam estar sendo alocados em outros setores da sociedade”, disse a comentarista. Em seguida, Ana Paula afirmou que Renan Calheiros já tem sua opinião formada sobre a CPI. “A gente vai ficar vendo um palanque político com um relator investigado em vários inquéritos, que já deu declarações na semana passada de que o governo é omisso e negligente. Ou seja, o relator já tem sua opinião formada”, disse.

As críticas à escolha de Renan Calheiros como relator da CPI continuaram, com Ana Paula citando outras manchetes “inacreditáveis” em sua opinião que são comparáveis a essa. “Essa semana nós vimos três manchetes de jornais que são inacreditáveis. Parece até manchetes de sitcom, de comédia. Essa semana a gente viu que a ONU elegeu o Irã para a comissão dos Direitos da Mulher, ou seja, uma piada de mau gosto. Ontem, nós vimos uma manchete dizendo que ‘O MST diz que volta às aulas dentro da pandemia é crime’. O MST, o movimento de terrorismo doméstico no Brasil que invade propriedades privadas, mata rebanhos e devasta plantações. E agora a gente tem que Renan Calheiros é o relator de uma CPI”, comparou a comentarista, que continuou: “Eu fiz uma coisa que eu costumo fazer muito que é pesquisa na internet, assim como eu fiz uma do Gilmar Mendes, eu fiz uma sobre os inquéritos do relator da CPI da Covid no Brasil. Eu não vou me estender muito, mas nos últimos anos, o senador Renan Calheiros conseguiu arquivamento de pelo menos onze investigações que tramitavam no STF”. Por fim, Ana Paula concluiu: “O circo dessa CPI está armado e tem o povo como palhaço”.

Confira a íntegra da edição do programa Os Pingos Nos Is desta terça-feira, 27: