Após reforma ministerial, Filipe Barros diz que expectativa para aprovação da PEC do voto auditável é boa

Em entrevista ao programa ‘Os Pingos Nos Is’, o relator afirmou ter convicção de que ainda é possível reverter opiniões para que os deputados votem a favor da proposta

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2021 20h18 - Atualizado em 27/07/2021 21h17
Cleia Viana/Câmara dos DeputadosFilipe Barros é relator da PEC do voto impresso no Congresso

O deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), relator da PEC do voto impresso, afirmou que, com a reforma ministerial do governo, melhoraram as expectativas para aprovação da proposta. Em entrevista ao programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, nesta terça-feira, 27, o parlamentar se mostrou otimista com a ida do senador Ciro Nogueira (PP) para o Ministério da Casa Civil. “A expectativa é boa porque houve uma reforma ministerial feita pelo presidente Bolsonaro com a vinda do senador Ciro Nogueira, e quando se faz uma reforma é para que haja consolidação da base”, disse. “Com essa reforma ministerial nós esperamos que a base seja de fato consolidada e que a gente retome a maioria na comissão especial”, completou o deputado.

Barros voltou a pontuar que diversos parlamentares da comissão especial mudaram de opinião em relação ao voto auditável após a reunião de ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Supremo Tribunal Federal (STF) com lideranças partidárias. O deputado, no entanto, afirmou ter convicção de que ainda é possível reverter opiniões para que os deputados votem a favor da PEC. Questionado se haverá eleição em 2o22 se o voto impresso não for aprovado, Filipe Barros disse que a votação vai ocorrer “sem sombra de dúvida”. “Essa questão que foi colocada, no meu ponto de vista, foi um desabafo e uma forma de expressão do próprio presidente Bolsonaro”, opinou. “É óbvio que teremos eleição. O que queremos com a implementação do voto auditável é devolver ao eleitor a possibilidade de fiscalizar seu próprio voto e garantir a sociedade que o processo é feito de maneira transparente”, completou. 

Assista a entrevista completa no programa “Os Pingos Nos Is” desta terça-feira, 27: