Biden deixou para trás a independência energética da administração Trump, diz Ana Paula Henkel

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden que vai suspender a importação do petróleo e gás da Rússia; programa Os Pingos Nos Is comentou

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2022 19h45
EFE/EPA/Oliver Contreras / POOL Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden Joe Biden suspendeu importação de petróleo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira, 8, que vai suspender a importação do petróleo e gás da Rússia em retaliação à invasão à Ucrânia que já chega ao seu 13º dia. “Não é mais aceitável ver o petróleo russo nos portos dos EUA. Estamos dando um golpe nos russos”, disse Biden durante seu pronunciamento. Ele também informou que essa é uma medida para aumentar o dano sobre Vladimir Putin.  “É necessário manter e elevar a pressão sobre Putin a sua máquina de guerra”, declarou.

Ana Paula Henkel, comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, disse que Biden tenta apagar o fogo sobre a dependência energética dos Estados Unidos que, segundo ela, já vem desde o ano passado. “O que Biden deixou para trás e os americanos começam a enxergar é que havia uma independência energética durante a administração de Dnald Trump. Os EUA estavam, inclusive, exportando petróleo”, afirmou. “O preço da gasolina disparou aqui nos EUA. Nos Estados democratas, principalmente aqui na Califórnia, há postos que já chegam a US$ 7 o galão, o que é um número nunca visto antes”, acrescentou.

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta terça-feira, 8: