Bolsonaro diz que ‘arruma dinheiro’ para pagar distribuição de absorventes se veto cair: ‘Sem problemas’

Presidente disse que deve tirar verba da saúde ou educação caso o Congresso derrube o veto ao projeto

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2021 20h31
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOPresidente Jair Bolsonaro falou sobre veto ao projeto de distribuição gratuita de absorventes

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira, 14, que vai “arrumar dinheiro” para pagar a distribuição de absorventes para pessoas de baixa renda se o Congresso Nacional derrubar o veto ao projeto. O chefe do Executivo vetou a proposta na semana passada e recebeu críticas da oposição e de entidades. “Se o Congresso derrubar o veto, eu vou arrumar absorvente, porque não vai ser gratuito. Vou ter que arrumar R$ 300 milhões. Eu não vou criar imposto para suprir isso aí. Eu vou tirar de algum lugar”, disse Bolsonaro durante sua live semanal. “Eu veto, eles derrubam o veto e eu arrumo dinheiro para pagar. Sem problema nenhum”, completou.

O presidente afirmou ainda que vai ter que tirar dinheiro da saúde e da educação para a compra dos produtos. No último dia 8, ele disse que foi obrigado a vetar o projeto porque o texto não explicava de onde viria a verba para os absorventes. “Se eu sancionar, eu estou incurso em crime de responsabilidade. No passado, Haddad e Dilma vetaram projetos semelhantes. A esquerdalha bate em mim, mas eles vetaram. Agora vou dar solução para vocês: é só o Parlamento derrubar o veto, aí eu sou obrigado a promulgar e arranjar recurso na saúde, na educação ou nos dois. Tirar um pouquinho de cada lugar. Aí vão dar paulada em mim”, ironizou. 

Assista à live completa no programa “Os Pingos Nos Is” desta quinta-feira, 14: