Doria é excelente em marketing, mas não encontrou compradores para seu principal produto, diz Roberto Motta

Comentaristas do programa Os Pingos Nos Is analisaram desistência de Doria de concorrer à Presidência da República

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2022 19h08
ISAAC FONTANA/CJPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO João Doria João Doria anunciou desistência da corrida presidencial

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou nesta segunda-feira, 23, sua desistência da pré-candidatura à Presidência da República. “Para esta missão, coloquei meu nome à disposição do partido. Hoje, neste 23 de maio, serenamente, entendo que não sou a escolha da cúpula do PSDB. Aceito esta realidade com a cabeça erguida. Sou um homem que respeita o bom senso, o diálogo e o equilíbrio”, afirmou Doria. “Seguirei sempre buscando o consenso, mesmo que ele seja contra a minha vontade pessoal”, acrescentou. “O PSDB saberá tomar a melhor decisão no seu posicionamento para as eleições deste ano. Me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve”, anunciou o ex-governador.

Durante sua participação no programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, o comentarista Roberto Motta relembrou a trajetória de Doria desde que foi eleito prefeito de São Paulo, em 2016. “Assumiu o compromisso de completar o mandato de prefeito, mas ele renunciou ao mandato para ser candidato ao governo do Estado em 2018. Neste ano, renunciou ao governo para sair candidato à presidência, ganhou as prévias do PSDB mas agora foi preterido pelo seu partido. Agora é justo perguntar: Por que? É óbvio, pela rejeição que sua figura provoca nos eleitores”, disse. “João Doria é um excelente homem de marketing, mas na hora de vender o principal produto, que é ele mesmo, não encontrou compradores”, acrescentou. 

Assista ao programa desta segunda-feira, 23: