Doria flexibilizou o uso de máscaras porque as eleições estão próximas, diz Ana Paula Henkel

Governador de São Paulo anunciou fim da obrigatoriedade de máscaras em ambientes fechados; programa Os Pingos Nos Is comentou a decisão

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2022 18h40 - Atualizado em 17/03/2022 18h40
Imagem: Reprodução/Youtube João Doria Governador decretou fim da obrigatoriedade do uso de máscaras

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 17, o fim do uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados. O uso se torna opcional em todos os ambientes, mas continuará obrigatório no transporte público e nas unidades médico-hospitalares de todo o Estado. O decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado e terá efeito imediato. “Recebi hoje à tarde uma nota técnica do Comitê Científico que demonstra uma melhora consistente na situação epidemiológica no Estado. Por isso decidi, com respaldo desses cientistas e médicos, abolir imediatamente a obrigatoriedade do uso de máscara em todos os ambientes, com exceção de unidades de saúde, hospitais e transporte público”, afirmou.

Para Ana Paula Henkel, comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, a decisão do governador está atrasada. “O mundo tocou a vida e Doria continuou amarrado no que ele gostou, no projeto de poder, no controle social”, opinou. “As eleições estão se aproximando e Doria está querendo arrefecer o que já deveria ter sido arrefecido há muito tempo. A lição que tiramos desses dois anos de pandemia é que deixamos muitas decisões importantes da nossa vida nas mãos do Estado”, disse. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta quinta-feira, 17: