Lula diz que MTST será protagonista em eventual governo e Ana Paula Henkel comenta: ‘Quer país sem leis’

Ex-presidente afirmou que o movimento será ‘sujeito’ da história; programa Os Pingos Nos Is analisou declaração

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2022 20h42
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Lula discursando em evento em São Paulo Ex-presidente elogiou MTST

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira, 10, que o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) seria protagonista de seu governo caso vença as eleições. “Se a gente voltar a governar esse país, não pensem que vai ter moleza, não. Nós vamos nos encontrar muitas vezes para discutir a qualidade da casa, para discutir como gerenciar essas casas. E vocês vão assumir a responsabilidade, como já assumiram em tantos lugares que vocês fizeram conjuntos habitacionais de muita qualidade”, disse. “Nós vamos voltar e vamos mudar esse país. E vocês não serão apenas coadjuvantes, vocês serão ‘sujeito’ da história. Porque vão ter que ajudar a construir programas, vão ter que ajudar a conquistar e vão ter que ajudar a governar. Esse é o nosso lema”, concluiu.

Durante sua participação no programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, a comentarista Ana Paula Henkel afirmou que Lula quer “um país sem leis”. “Um dos principais pais da América, John Adams, lá atrás, na discussão sobre a Constituição americana, sempre dizia: ‘Para ser uma nação forte, tem que ser uma nação de leis, e não de homens. O que Lula quer é exatamente o contrário, uma nação de homens, dos homens dele, que invadem, que compram o Judiciário”, opinou. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta quinta-feira, 10: