‘Moraes acha que é dono do Brasil, e Senado se ajoelha diante das inconstitucionalidades’, diz Ana Paula

Presidente Jair Bolsonaro não compareceu ao depoimento determinado pelo STF; programa Os Pingos Nos Is comentou

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2022 19h22 - Atualizado em 28/01/2022 19h23
Danilo Yoshioka/Estadão Conteúdo - 29/03/2022 ministro alexandre de moraes Moraes determinou que Bolsonaro prestasse depoimento nesta tarde

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não compareceu ao depoimento agendado para esta sexta-feira, 28, na sede da Polícia Federal. A oitiva foi agendada após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. O chefe do Executivo federal foi intimado a depor sobre o vazamento de um inquérito que apurava um ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Moraes mandou Bolsonaro depor em um despacho assinado nesta quinta-feira, 27. O magistrado rejeitou um pedido da AGU, que pedia para que o presidente da República não tivesse que comparecer ao depoimento, cujo prazo venceria nesta sexta-feira.

Para Ana Paula Henkel, comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, o Brasil vive uma guerra constitucional e institucional. “Por maior que seja o nosso respeito ao STF, a gente não pode dar ares de comodidade e de normalidade em uma situação dessa. A gente sabe muito bem o que acontece quando ninguém para os tiranos, e Alexandre de Moraes tem nas mãos uma caneta tirânica. Ele acha que é o dono supremo do Brasil, e o senado infelizmente se ajoelha diante das inconstitucionalidades dele”, disse. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta sexta-feira, 28, na íntegra: