Perdão judicial a Lula faz parte de ciclo vicioso que tenta colocar corrupto como candidato, diz Cristina Graeml

Justiça arquivou inquérito que investigava o ex-presidente por sonegar impostos nas reformas do sítio de Atibaia e do tríplex do Guarujá; programa ‘Os Pingos Nos Is’ comentou

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2021 19h40
DANILO M YOSHIOKA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Ex-presidente Lula em ato público 20 processos contra Lula foram arquivados

O juiz Sócrates Leão Vieira, da 1 Vara Federal de São Bernardo do Campo, arquivou nesta terça-feira, 19, o inquérito que investigava Lula (PT) por sonegar impostos nas reformas do sítio de Atibaia e do tríplex do Guarujá. O Ministério Público Federal acolheu a tese da defesa do ex-presidente e pediu o arquivamento da investigação decorrente da Operação Lava Jato. No total, 20 processos contra o petista já foram arquivados. Apenas um, que apura a compra de caças suecos, continua em andamento.

Durante sua participação no programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, Cristina Graeml afirmou que Lula é um sonegador de impostos que foi perdoado pela Justiça para ser candidato em 2022. “É um sonegador de impostos que teve mais um perda o judicial, sabe-se lá porque, mas, para mim, faz parte de todo aquele ciclo vicioso que está tentando colocar um condenado em várias instâncias, um corrupto com provas analisadas, como candidato a presidente da República”, opinou. “Todos os brasileiros de bem estão carecas de saber quem é o dono do triplex do Guarujá do sítio de Atibaia”, completou. 

Assista ao programa “Os Pingos Nos Is” desta terça-feira, 19, na íntegra: