Pesquisa mostra que 43% veem STF negativamente; Fiuza comenta: ‘Detestado pela sociedade’

Levantamento foi realizado pelo PoderData durante mais um momento de tensão entre Executivo e Judiciário; programa Os Pingos Nos Is comentou

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2022 20h03
Nelson Jr./SCO/STF Sessão plenária do STF 43% avaliam a Corte negativamente

Uma pesquisa do PoderData divulgada nesta segunda-feira, 4, mostra que 43% da população avalia o Supremo Tribunal Federal (STF) como “ruim” ou “péssimo”. Outros 20% disseram “ótimo” ou “bom”, e 31% dos entrevistados avaliaram a Corte como “regular”. O levantamento foi realizado de 28 a 30 de março de 2022, durante mais um momento de tensão entre Executivo e Judiciário. Foram 3 mil pessoas entrevistadas em 275 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O intervalo de confiança de 95%.

Guilherme Fiuza, comentarista do programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News, afirmou que o Supremo é “detestado pela sociedade brasileira”. “Isso é muito fácil de se constatar. Por uma razão muito simples: pela soberba, pelo pedantismo, pela zombaria contra a sociedade. Aquela ação no meio da pandemia, querendo impedir o governo de governar, um governo eleito. Faz política contra o presidente o tempo inteiro, com o conluio da imprensa. Você acha que a população não vê isso? A população está vendo. Isso é obvio”, disse. “Evidentemente que essa situação não vai terminar bem porque vários dos ministros são jovens, o caminho é longo. Ou isso aqui vira uma ditadura, que o STF passa a ser o braço de um poder não democrático, ou então ele vai ter esses atos todos revistos”, acrescentou. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta terça-feira, 5: