‘Serão dados nomes aos bois’, diz Ana Paula sobre PEC do voto impresso no plenário

Presidente Jair Bolsonaro afirmou que a proposta deve ser rejeitada na Câmara e culpou ministro Luís Roberto Barroso; programa ‘Os Pingos Nos Is’ comentou o assunto

  • Por Jovem Pan
  • 09/08/2021 19h43 - Atualizado em 09/08/2021 21h36
Michel Jesus/Câmara dos DeputadosPEC será votada no plenário da Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitiu nesta segunda-feira, 9, a possibilidade da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do voto impresso ser rejeitada na Câmara dos Deputados. Durante entrevista à rádio Brado, da Bahia, o presidente culpou o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela possível derrota do texto. “[O Arthur Lira] vai [chamar para plenário], mas se não tiver uma negociação antes, um acordo, vai ser derrotada a proposta porque o ministro Barroso apavorou alguns parlamentares. E tem parlamentar que deve alguma coisa na Justiça, deve no Supremo. Então o Barroso apavorou, ele foi para dentro do parlamento fazer reunião com lideranças e praticamente exigindo que o Congresso não aprovasse o voto impresso”, afirmou.

Ana Paula Henkel, comentarista do programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, afirmou que a análise da proposta no plenário será interessante para ver como cada parlamentar vai votar. “A gente vai colocar os pingos nos is no plenário, ver exatamente como cada parlamentar vai votar, isso vai ser muito importante”, disse. “Vai ser jogo para cumprir tabela, mas o interessante é que os nomes aos bois serão dados. Como o presidente Jair Bolsonaro diz que o ministro Barroso amedrontou alguns parlamentares, é bom que eles tenham medo das urnas também, as eleições estão chegando”, completou. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta segunda-feira, 9, na íntegra: