Sociedade precisa parar de dar relevância a quem solta frase idiota, para o bem ou para o mal, diz Fiuza

José de Abreu afirmou ter sentido ‘prazer’ ao saber que o presidente Jair Bolsonaro passou mal; programa Os Pingos Nos Is comentou

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2022 19h32
Reprodução/Instagram/josedeabreu jose de abreu José de Abreu falou sobre internação do presidente

O ator José de Abreu afirmou nesta segunda-feira, 3, que sentiu “prazer” ao saber que o presidente Jair Bolsonaro (PL) passou mal e precisou ser internado. “Que prazer eu sinto ao saber que o filhodap* passa mal. Mata seu povo por omissão e leva castigo de volta: que exploda em merda!”, escreveu o artista em sua conta do Twitter. Bolsonaro foi internado durante a madrugada no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, com uma obstrução intestinal. O médico do presidente, Antônio Macedo, está voltando das férias nas Bahamas para avaliar se será necessária cirurgia.

Guilherme Fiuza, comentarista do programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan News, disse que a humanidade passa por uma infantilização no aspecto do debate público. “A internet é uma revolução pródiga, mas tem um efeito colateral da superficialização. Está nas pessoas, na coletividade, o poder de amadurecer em relação a isso”, opinou. “É claro que o Bolsonaro se tornou, por conta das circunstâncias, um dos alvos preferidos. E aí tem esses personagens. Eu acho lamentável, terrível, execrável, tem que ser repudiado, tem que haver processo, mas é preciso a sociedade desengatilhar isso aí de dar prestígio e relevância a quem solta uma frase idiota, para o bem ou para o mal”, completou. 

Assista ao programa Os Pingos Nos Is desta segunda-feira, 3, na íntegra: