Adriane Galisteu: ‘Não adianta falar mal do Bolsonaro’

  • Por Jovem Pan
  • 11/06/2020 13h56
Reprodução/InstagramAdriane Galisteu participou do Pânico nesta quinta-feira (11)

A apresentadora Adriane Galisteu disse, em entrevista ao Pânico nesta quinta-feira (11), que está evitando falar de política para não se estressar. Apesar disso, ela comentou o assunto e afirmou que o país precisa de uma união para enfrentar a pandemia da Covid-19.

“Não adianta falar mal do [Jair] Bolsonaro, ele é o presidente de todo mundo”, defendeu Galisteu. “O momento é de se unir e encontrar a cura para esse vírus”, continuou, ressaltando que o Brasil é o único país que enfrenta a doença passando por uma crise política.

A artista se mostrou preocupada com as consequências de um posicionamento político. “A gente se expõe, as pessoas ficam com raiva da gente, você apanha, perde seguidor e anunciante, tudo isso por conta de nada? Eu não”, afirmou. “Não estamos em um momento legal, politicamente falando.”

Trabalho

A pandemia da Covid-19 afetou a volta de Adriane Galisteu à TV aberta. Ela foi convidada para apresentar o reality show da Record “Power Couple”, que era comandado por Gugu Liberato, mas a crise sanitária fez com que a produção fosse adiada para 2021.

Enquanto isso, Galisteu está produzindo conteúdo para as redes sociais. “Tem horas que falo: ‘Quer saber, não vou fazer p*** nenhuma’, mas não dá, eu amo o que faço”, disse.

Admitindo ser “viciada” no trabalho, a apresentadora confessou que sente falta da TV aberta, de onde está longe há 11 anos. “Faz muita falta”, contou. “Eu gosto, é a minha gasolina”, explicou Galisteu.