Ana Marina de Castro e Tomé Adbuch explicam a importância da reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2019 14h21
Jovem PanAna Marina de Castro e Tomé Abduch foram os convidados do Pânico nesta quarta-feira (24)

Pânico recebeu a gerente de Mobilização do Centro de Liderança Pública (CLP), Ana Marina de Castro, e o empresário Tomé Abduch para discutir a importância da reforma da Previdência. Para a dupla, o Brasil vai quebrar em breve se a reforma não for aprovada.

“Quem é contra a Previdência é contra o Brasil. Quem é contra também era contra o impeachment da Dilma“, definiu Abduch. Ele lembrou que a reforma é necessária para que os investidores voltem a confiar no país. “Se aprovar a Previdência, vamos receber milhões em investimento, a economia roda. É tudo que eles não querem”, disse, referindo-se à esquerda.

A reforma da Previdência, no entanto, ainda é um assunto espinhoso para a maioria dos brasileiros. O relatório do projeto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (23), mas, para Ana Marina de Castro, nem os próprios deputados entendem muito bem a proposta do governo. “Os parlamentares estão precisando de conteúdo para votar a favor, eles ainda não sabem como funciona”, explicou.

Castro explicou que a reforma vai fazer com que o Estado tenha mais dinheiro para investir em outras áreas, como o combate à fome e a educação. “A gente gasta 13% do PIB com 8% da população, que são os aposentados, enquanto a gente tem gente morrendo de fome”, disse. “O problema de desigualdade se resolve com o Bolsa Família, que é um programa muito importante. O déficit da Previdência em um ano é o que é gasto com bolsa-família em 15 anos.”

O consenso é que a reforma da Previdência é essencial para que o Brasil volte a crescer. “Se queremos melhorar o Brasil, temos que parar de olhar para o próprio umbigo”, reconheceu Abduch.