Após polêmica com Urach, Geisy se explica:"a palavra travesti não é preconceito"

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2014 13h43
Amanda Garcia/Jovem Pan<p>Geisy Arruda foi a convidada do Pânico desta quinta-feira</p>

A ex-estudante de Turismo, Geisy Arruda repercutiu o uso de uma substância que complicou a saúde da modelo Andressa Urach. “Tem gente que acha que vale tudo pela beleza e corpo perfeito e não é. Saúde em primerio lugar”, comentou no Pânico desta quinta-feira (04).

Geisy ainda informou que não sabia da existência do hidrogel, produto que causou a infecção, antes da internação da ex-vice-Miss Bumbum em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). “No meu conhecimento hidrogel é utilizado por travesti para ter um corpo bonito”, disse, mas negou a carga negativa da palavra. “A palavra travesti não é preconceito”.

Durante a entrevista, a celebridade informou já ter feito ao menos quatro cirurgias plásticas: lipoaspiração, rinoplastia, inclusão de próteses mamárias e uma cirurgia íntima, já que não gostava do formato dos grandes lábios.  “Todo mundo faz, mas não tem coragem de falar que fez. Eu fiz, falei para todo mundo e ajudei um monte de gente que tinha esse problema”, comentou sobre a plástica na vagina.

Um maquiador ainda teria sugerido para que Geisy fizesse uma lipoaspiração nas bochechas., intervenção rechaçada por ela. Após o aborto espontâneo que teve, a ex-estudante ainda revelou a dieta que segue, que a fez perder 17 quilos desde junho. “Reeducação alimentar, acompanhada de exercícios e força de vontade”, comentou sobre o segredo do corpo mais enxuto. “Não beber é f*da”, completou.

Geisy, que disse gostar de trabalhar como “repórter”, negou ser ninfomaníaca. ”Eu só gosto, tenho uma vida sexual ativa. (Sexo) me dá prazer, me deixa calma”, revelou. “Recebo e-mails diariamente oferecendo cachê para fazer programa, mas gosto de dar de graça porque aí você escolhe com quem e como você quer”, declarou.

  • Tags: