Bruno Gissoni conta que pediu vaga para atuar na peça “Dzi Croquettes”

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2016 14h27
Johnny Drum/ Jovem Pan

Longe da TV desde 2015, quando atuou em Babilônia, da Globo, Bruno Gissoni decidiu dar um passo diferente na carreira e trocou as novelas pelos palcos. Com a peça “Dzi Croquettes”, clássico que marcou época nos anos 70, o ator conversou com o Pânico nesta terça-feira (1) sobre a força da história e como conseguiu papel na montagem de Ciro Barcelos, que pertenceu ao elenco original.

“Eu que fui atrás do Ciro. Já conhecia ele de quando ele foi jurado no ‘Dança dos Famosos’ e estava em um momento de me reinventar e me redescobrir como ator. Fui atrás dele no backstage e disse que estaria interessado caso rolasse uma vaguinha”, contou ao lembrar que Ciro chegou a duvidar de suas habilidade no começo, mas acabou sendo chamado para um teste e conseguiu o papel.

Com “zero de retorno financeiro”, Gissoni ressaltou o crescimento como artista que ganhou ao trabalhar na peça e frisou a importância da montagem para quebrar tabus. “Ciro ressuscitou essa peça que trabalha a energia sexual do ser humano e tentamos colocar o dedo na ferida porque estamos cheio de preconceito e não podemos falar de nada. Estamos nos moldando demais e a peça pode ajudar a quebrar isso”, defendeu.

Trazendo “Dzi Croquettes” para São Paulo, o ator falou que os temas levantados pela peça chegam a incomodar alguns dos espectadores, que não aguentam e saem do teatro. Usando salto alto e figurino que quebra a barreira entre feminino e masculino, Gissoni falou dos adereços e brincou que o mais “complicado” são os brilhos: “fica a semana inteira, só sai uma semana depois”.

Curtindo os palcos, Gissoni contou que já está trabalhando com Ciro em um novo espetáculo de crítica ao Brasil, mas não descarta voltar às novelas e pretende levar o aprendizado do teatro para a TV. “Posso desvendar e redescobrir um personagem mais careta e superficial”, afirmou.

“Dzi Croquettes” está em cartaz no Teatro Augusta, todas as quartas e quintas-feiras, às 21h, até o dia 15 de dezembro.