Claudio Tognolli chama Wagner Moura de "Zé Mané" e rebate: "não é golpe político"

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2016 14h17
Mayra Chibante/Jovem Pan

Na noite dessa terça-feira (15), o ator Wagner Moura publicou em seu perfil no Facebook um vídeo em que critica o circo midiático em torno das investigações da Lava Jato e do teor jurídico dessas manobras.

Claudio Tognolli, um dos autores do livro “Assassinato de Reputações II – Muito Além da Lava Jato”, esteve no Pânico desta quarta-feira (16) e rebateu o conteúdo do intérprete de Pablo Escobar na série “Narcos”: “Zé Mané, no Google aparecem os nomes dos políticos que estão envolvidos! Não é um golpe político, é um golpe jurídico com delações premiadas”.

Para Tognolli, o que menos importa é o partido político envolvido nas investigações de corrupção.”Eu não quero saber. É honesto ou não é, ponto final”, decretou.

O jornalista acredita que o próximo passo da investigação se baseará no pedido de “extinção dos partidos que colaboraram com propina. Aí o bicho vai pegar”.

Conjuntura política

Nesta quarta-feira (16), o ex-presidente Lula aceitou o convite de Dilma Rousseff para ser ministro. Luiz Inácio comandará a Casa Civil. Sobre a investigação ao petista, Tognolli é categórico: “sabe o que ele vai fazer como ministro? Vai deixar rastro, vai deixar provas. Ele vai se ferrar”.