Com os anos, “pessoas vão optar por relações múltiplas”, diz Regina Navarro

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2017 14h18
Johnny Drum/ Jovem Pan

Consultora do “Amor & Sexo”, Regina Navarro acredita que a forma de relacionamentos como conhecemos está para sofrer uma drástica mudança. A psicanalista esteve no Pânico na Rádio nesta quinta-feira (23) e afirmou que a necessidade de “exclusividade” está para ser deixada para trás com a ideia de “amor romântico” que praticamos.

“O amor romântico está começando a sair de cena”, declarou Regina. “Ele se baseia na fusão [de duas pessoas], mas os anseios contemporâneos trazem uma nova busca pela individualidade, que é uma viagem para si mesmo, saber seu potencial, e esses anseios batem de frente com a proposta do amor romântico”, explicou.

A psicanalista ainda afirmou que, junto com o amor romântico, outro pilar dos relacionamentos começa a ruir: a exigência de exclusividade.

“As pessoas são obcecadas pela certeza de exclusividade, mas acredito que daqui algumas décadas menos pessoas vão querer se fechar em relações a dois e mais pessoas vão optar por relações múltiplas”, disse.

Ao explicar os sinais que levam a isso, Regina apontou o despertar que têm feito as pessoas perceberem a necessidade de terem sua individualidade e conseguirem prazer além do relacionamento – que, em muitos casamentos, deixa de acontecer.

“Se traiu é porque o casamento vai mal? A imensa maioria dos casos é por um motivo: variar é bom e todo mundo sabe disso”, disse. “É comum sentir desejo, mesmo casado e amando seu parceiro ou parceira. Se vai transar ou não depende da sua visão”, falou.

“Estamos no meio do processo de uma mudança de mentalidade. As pessoas estão querendo novas formas de amar. Todos temos que refletir sobre nossas crenças e valores aprendidos para nos livrar do moralismo e preconceitos”, finalizou.