Comemorando 10 anos, grupo “Comédia Ao Vivo” vê youtubers como aspirantes a comediantes

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2017 14h13
Reprodução

Um dos mais antigos grupos de humor do cenário nacional, o “Comédia Ao Vivo” está completando 10 anos em 2017. Para comemorar, Fabio Rabin, Luiz França, Dih Lopes e Thiago Ventura estiveram no Pânico na Rádio nesta quinta-feira (30) para falar sobre o show e o cenário do humor hoje.

Para eles, são poucos os grupos de stand up que resistiram com o passar do tempo, motivo de comemoração dupla pelos anos do “Comédia Ao Vivo”. “Hoje em dia não existe mais grupo de stand up, todos acabaram”, comentou Rabin.

Com os anos, outras “personalidades” foram surgindo e se destacando no humor nacional, entre eles, os youtubers. Para os comediantes, os youtubers “querem ingressar no stand up”, mas as plateias numerosas, com vários fãs, desde o começo, podem prejudicar.

“Quando se está começando é melhor que tenha menos gente no show, porque você pode ir errando até acertar. Imagina 600 pessoas reunidas sem rir? Uma plateia menor no começo é melhor para lapidar o texto”, opinaram.

O grupo, que já contou com nomes como Danilo Gentili, Marcelo Adnet, Dani Calabresa e Maurício Meirelles no elenco, encontrou a forma de se renovar ao longo dos anos. A peça chave, claro, são os textos solos, que são mudados sempre que possível.

“O grande diferencial do stand up de teatro é que o texto muda. Toda sexta-feira tentamos mudar”, falaram. Além disso, há sempre um material novo a ser apresentado, como os desafios gravados ao final do show.

E apesar do grande sucesso do “Comédia Ao Vivo”, os comediantes afirmaram que o show é mais como um “laboratório” do que a “renda de cada dia”. “Somos um grupo grande. Fazemos para testar textos para usar nos nossos shows solo depois”, contaram.

Em São Paulo, o “Comédia Ao Vivo” segue com shows semanais, todas às sextas-feiras, às 23h59, no Teatro Renaissance.