Cristiana Oliveira temeu ser “atriz de um personagem só” depois de “Pantanal”

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2018 14h15
Johnny Drum/ Jovem Pan

Com quase 30 anos de carreira e inúmeros personagens no currículo, um em especial vai sempre perseguir Cristiana Oliveira: Juma, de “Pantanal”. Em entrevista ao Pânico na Rádio nesta quarta-feira (31), a atriz admitiu que por muito tempo se incomodou com a popularidade da protagonista da novela, mas não pretende mais se desvencilhar dela.

“Tinha épocas em que eu pensava: ‘nossa, já fiz tanto personagem será que sou muito ruim? Vou ser sempre uma atriz de um personagem só?’. Mas depois pensei que não tem como eu me desvencilhar da Juma, ela é minha persona”, falou.

Para Cristiana, Juma foi a responsável por iniciar sua carreira e dar o pontapé para conquistar todo o resto. “Estou eternizada. Não estamos na vida para deixar um legado? Já deixei. Cristiana morre, mas Juma fica”, vibrou.

Hoje dedicada aos palcos e ao cinema, a atriz foi sincera ao dizer que as chances de voltar à TV são pequenas. “Adoro fazer televisão, mas estou em outra fase. Só se vier um personagem que sinta o desafio. Se for aquele negócio estigmatizado eu não quero”, falou.

Depois de ter sua estreia na TV Manchete e passar 22 anos na TV Globo, Cristiana aprendeu a não se deixar abalar pelas críticas que recebe – principalmente as virtuais.

“[As críticas] são pior hoje em dia por causa da internet. Quando comecei a fazer sucesso elas não chegavam em mim e agora eles aproveitam o anonimato”, lamentou. “Antes eu me incomodava, mas hoje eu sei filtrar”, concluiu.