Denise Fraga defende a Lei Rouanet: ‘A arte não tem mais como não ser subsidiada’

Em entrevista ao Pânico, Denise Fraga falou sobre a Lei Rouanet e sua nova peça ‘Eu de Você’

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2019 14h15
Jovem PanDenise Fraga foi a convidada do Pânico nesta quinta-feira (3)

A atriz Denise Fraga saiu em defesa da Lei Rouanet. Em entrevista ao Pânico nesta quinta-feira (3), ela afirmou que a legislação foi responsável pela realização de suas peças nos últimos 10 anos.

“A arte não tem mais como não ser subsidiada”, disse Fraga. Ela afirmou que, sem subsídio, o ingresso para uma peça de teatro iria custar R$ 300, preço que as pessoas só pagam em um tênis. “A gente tem uma cultura em que um tênis vai dar mais coisa pra gente que uma peça de teatro.”

Em cartaz  em São Paulo com a peça “Eu de Você”, a artista lamentou o fato da Lei Rouanet estar sob ataque. “Teve uma grande difamação, as pessoas falam sem saber. Meu sucesso com a Lei Rouanet não sai no jornal”, disse. “Os pontos fracos têm que ser corrigidos, não destruídos.”

Ainda no Pânico, Denise Fraga falou sobre as relações humanas e o uso da internet. A atriz disse que nós ainda não aprendemos a lidar com a tecnologia. “Esse negócio está usando mais a gente do que a gente está usando”, criticou. “Tenho amigos leitores vorazes que me mandavam um livro por semana, agora só me mandam vídeos idiotas”, lamentou.

Para ela, uma das coisas mais mágicas do teatro e de sua nova peça é o fato de que toda a plateia presta atenção em uma única coisa durante todo o espetáculo, sem distrações. “Ouço fungadas na peça. Acaba a peça e as pessoas me abraçam chorando, mas é um choro bom”, contou a atriz.