“Depois do sucesso, a cobrança é maior”, conta o grupo Inimigos da HP

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2015 13h43
Amanda Garcia/Jovem Pan <p>O grupo Inimigos da HP veio completo para participar do Pânico</p>

Com shows distribuídos pelo Brasil ao longo dos meses de abril e maio, o grupo de pagode Inimigos da HP esteve no Pânico do Rádio nesta quarta-feira (1) para conversar sobre sua carreira e a agenda lotada.

Prestes a completar 16 anos de carreira em maio, Sebá, Alemão, Tocha, Cebola, Gui e Bonilha são todos sócios fundadores. “Tem que estar sempre inovando, trazendo músicas novas”, disse o vocalista Sebá sobre a premissa de seu trabalho.

Pavimentar o caminho do sucesso não costuma ser fácil, mas a preocupação que vem depois é maior, segundo a banda. “Todo mundo fala que é difícil estourar, mas depois que você consegue, a responsabilidade é muito maior, a cobrança é maior. Você se acomodou um pouquinho, neguinho passa por cima”, afirmaram.

Entre os artistas, existe um consenso de qual disco é o determinante para indicar a durabilidade da carreira. “O primeiro CD é novidade, o segundo ainda tem expectativa, já o terceiro é o determinante”, disse Gui.

O Inimigos da HP já trouxe outros artistas para participar de suas gravações, como Geisy Arruda, que ficou famosa ao ser expulsa da Uniban por usar uma saia curtíssima, e Giulia Gam no clipe de “Regininha”. “A gente colocou Geisy Arruda e Giulia Gam num mesmo clipe. E ninguém reparou na Giulia Gam”, brincou o grupo, enfatizando a fama das subcelebridades.

O Inimigos da HP faz show nos dias 2 e 5 de abril na cidade de São Paulo, 4 de abril em Ivaiporã, no Paraná, 21 de abril em Caraguatatuba (SP), 8 de maio, em Mundo Novo (MS), 17 de maio em Campinas (SP), 23 de maio em Lorena (SP), e 26 de maio em São Joaquim da Barra (SP). Para mais detalhes, acesse o site oficial www.ihp.com.br.