Ciro Gomes dispara contra política econômica: ‘Paulo Guedes é ruim’

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2019 14h35
Jovem PanCiro Gomes foi o convidado do Pânico desta segunda-feira (4)

Ciro Gomes fez novas críticas ao governo Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes durante entrevista ao Pânico nesta segunda-feira (4). O terceiro colocado na corrida presidencial de 2018 foi categórico ao afirmar que a política econômica de Guedes é “ruim”.

“Paulo Guedes é ruim porque a economia é um assunto da produção e do trabalho. O Paulo Guedes é o homem que cuida do rentismo”, disparou. O político citou a fuga de capital estrangeiro da bolsa de valores brasileira para justificar sua fala, acrescentando que o mercado internacional não “cai nessa balela”.

Se eleito presidente da República, o que ele faria de diferente na economia brasileira? “Tudo. (…) O que está acontecendo hoje com a questão fiscal brasileira é que ela está parada, não tem dinheiro pra nada, não tem investimento pra nada.”

Gomes citou como possível política econômica a cobrança de imposto sobre os lucros e dividendos das grandes corporações empresariais. “O mundo inteiro cobra, menos o Brasil. Já cobrei esse imposto quando fui ministro da Fazenda do Itamar Franco e o FHC revogou, o lulopetismo manteve revogado. Isso arrecadaria até R$ 70 bilhões”, afirmou.

‘Esquerdismo infantil’

Ciro Gomes não foi só críticas a oposição e também atacou a esquerda e o Partido dos Trabalhadores (PT). Falando sobre o crescimento da ala evangélica política e socialmente, o ex-candidato à rePresidência lembrou a falta de articulação da esquerda antes e durante as eleições presidenciais.

“Todo mundo esquerdinha no Rio de Janeiro e tá lá: Bolsonaro 70%, Witzel, o genocida, e Crivella. E acham que a esquerda não tem responsabilidade nenhuma com essa tragédia. Tudo responsabilidade do esquerdismo infantil. Foi burrice, arrogância e elitismo”, afirmou.