“Eu tenho o quadril largo”, justifica ex-comissária de bordo demitida por usar roupa justa

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2014 13h40
Nathália Rodrigues/Jovem Pan

Jaqueline Jatai ficou conhecida após ser demitida de uma empresa aérea por usar roupas justas demais. Estrelando a capa da revista Sexy do mês de outubro, ela comentou o ocorrido.

“A gente tem um padrão, a TAM dá um uniforme para a gente. Eu fui desligada da companhia aérea sem nenhum motivo. Eu estava em um voo e a minha chefe veio chamar a minha atenção na frente dos passageiros. Fiquei nervosa, comecei a chorar”, contou ela durante o Programa Pânico desta quarta-feira (22).

Segundo Jaque, ela tentou se desculpar com a chefe, mas não adiantou. “Eu tentei me desculpar com ela porque ela é chefe e não teve outro jeito, ela foi brava e fui orientada pelo chefe a explicar o que aconteceu. Entrei de férias e fui demitida”.

Ela lamenta que isso tenha acontecido e justifica o ocorrido: “Eu tenho o quadril largo”, mas afirma acreditar que, por esse motivo, foi desligada da empresa. “Eu suponho que foi esse episódio, não recebi justificativas”.

Capa da revista Sexy de outubro, ela diz que nunca sonhou em ser modelo. “Eu brincava de boneca e dizia que ia ser comissária desde pequena. Eu vejo isso como um sonho, não como uma profissão”. Segundo ela, após a demissão, durante dois anos ela tentou encontrar um novo emprego, mas não obteve sucesso. “Não recebi nenhuma oportunidade, por isso aceitei a Sexy. Tudo isso aconteceu naturalmente, eu não planejei nada disso. Durante esses dois anos todo mundo que me conhece sabe que eu só falo disso”.

Jaqueline confessou que nesta quarta ela começa um novo desafio na carreira: “Hoje eu começo a aula de teatro para me descobrir”, concluiu.