‘Bolsonaro se tornou inimigo do lavajatismo’, diz Kim Kataguiri

Em entrevista ao Pânico, Kim Kataguiri (DEM-SP) comentou a briga com Eduardo Bolsonaro e criticou o presidente Jair Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2019 14h23
Jovem PanO deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) foi o convidado do Pânico nesta sexta-feira (30)

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) afirmou, em entrevista ao Pânico, nesta sexta-feira (30), que o presidente Jair Bolsonaro está atuando contra o combate à corrupção. “Ele se tornou inimigo do lavajatismo”, disse.

O líder do Movimento Brasil Livre (MBL) argumentou que o presidente acabou com o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e criou um outro órgão, vinculado ao Banco Central, que pode ter os cargos preenchidos por indicação política. “O PSL encheu o saco dos deputados que votaram para que o Coaf ficasse no Ministério da Economia, agora o Bolsonaro acaba com o Coaf, cria uma outra instituição no Banco Central e todo mundo fica quieto, inclusive o Eduardo Bolsonaro“, declarou.

O parlamentar ainda citou o fato do presidente ter dado um cargo ao senador Ciro Nogueira (PP-PI) para que o Senado aprovasse a indicação de Eduardo Bolsonaro à embaixada brasileira nos Estados Unidos. “Para aprovar o Eduardo na embaixada, ele entrega cargo para o Ciro Nogueira, um dos pilares do Petrolão”, disse, citando que Bolsonaro já afirmou que todos do PP, menos ele, estavam envolvidos em esquema de corrupção. “Está dando cargo comissionado para bandido para colocar o filho de embaixador.”

Briga com Eduardo Bolsonaro

As críticas de Kim Kataguiri a Jair e Eduardo Bolsonaro vêm depois do filho do presidente atacar o líder do MBL por causa da lei das Fake News, que sofreu vetos presidenciais. O projeto de Kataguiri prevê que a pena de dois a oito anos de prisão para quem espalhar notícias falsas. Para Eduardo, isso foi uma “vitória da esquerda”.

“Ele precisava de algum pretexto para me atacar”, disse Kim sobre a briga com o deputado federal. O parlamentar criticou a atuação de Eduardo e disse que faz pela direita brasileira do que ele. “Quem votou no [Rodrigo] Maia [para presidente da Câmara dos Deputados]? O Eduardo Bolsonaro. Quem orientou voto no Maia? Jair Bolsonaro”, afirmou, ressaltando que votou em Marcel Van Hattem (Novo-RS) para a presidência da Casa.