“Meu sonho é popularizar a música eletrônica no Brasil”, diz o DJ Johnny Glövez

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2015 12h53
Bruna Piva / Jovem Pan<p>Dj ficou conhecido pela interação com o público e músicas produzidas com vários instrumentos</p>

Conhecido no mercado de música eletrônica atual, o DJ Johnny Glövez se tornou em pouco mais de quatro anos de carreira um dos nomes mais importantes da cena. Em entrevista ao Pânico, nesta terça-feira (25), o carioca contou um pouquinho sobre a sua trajetória.

“Tô na música desde os 10 anos de idade, passei a adolescência inteira em várias bandas. Mas foi aos 18, mais ou menos, que passei a me interessar pela música eletrônica, comecei a tocar em uma festa aqui, outra ali e quando eu vi já era DJ”, brincou.

Com os holofotes começando a dar espaço para artistas do estilo, Johnny revelou que tem algumas inspirações à frente das pick-ups.

“Sou muito fã do Calvin Harris porque ele é um gênio, um ‘hitmaker’, que conseguiu barrar o Michael Jackson no topo da Billboard. E o Skrillex que transformou a música eletrônica, misturou todos os gêneros”.

O sucesso é tão grande que uma de suas músicas, “Don’t Wanna Touchdown”, entrou na trilha sonora de “Babilônia”, novela das 21h da TV Globo. Produzida por ele e composta pela cantora russa Polina, a faixa ganhou um clipe gravado no morro do Vidigal e ainda contou com a participação de Gabi Lopes e Ycaro Tavares, queridinhos do elenco de “Malhação”.

Projetos

Atualmente o músico se divide entre apresentações no Brasil e em diversos países no exterior, e já pensa em lançar um álbum.

“As antigas ‘raves’ evoluíram para os festivais, não é que melhorou, mas mudou o público e hoje são vários estilos tocando, antes eram somente dois. A cena está crescendo bastante, meu sonho é popularizar a música eletrônica no Brasil, porque hoje ela é um nicho”, completou.