"A mulher precisa muito do homem sim”, diz apresentadora Chris Flores

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2014 14h04
Nathália Rodrigues/Jovem Pan

A apresentadora e jornalista Chris Flores inaugurou recentemente um canal de TV na internet chamado TV Chris Flores. Durante sua participação no Programa Pânico desta quinta-feira (11), ela falou sobre o seu novo projeto. “Eu fiz um canal para mulher, um canal feminino”.

Segundo Chris, o seu objetivo era reunir vários temas femininos para mulheres mais avançadas. “Essas mulheres querem também conteúdo de qualidade e não querem perder tempo”, disse. Por conta disso, um vídeo tem em média aproximadamente 4 minutos.

Apesar do espaço conquistado pela mulher ao longo dos anos, ela acredita que elas ainda dependem sim de um homem. “Nós dependemos muito de vocês [homens] sentimentalmente”, e complementa: “A mulher precisa muito do homem sim”. Para ela, é importante chegar em casa e ter uma companhia agradável. “O que a mulher mais gosto em um homem é o bom humor”, revela.

Chris diz que não acredita ser a “dona da verdade” e, por conta disso, sempre busca chamar um profissional para apresentar junto com ela algum tema específico em seu canal de vídeo. “Ao invés de estar sozinha, eu sempre trago alguém, algum convidado, algum especialista naquela área”, confessa.

No comando do programa Hoje em Dia, da Record, Chris começou apenas como colunista de fofoca da atração e, depois de apenas seis meses, tornou-se apresentadora. “Com seis meses no ar me chamaram para ser apresentadora”, e continuou: “Virei” A mulher precisa muito do homem sim”, diz a apresentadora Chris Flores apresentadora e estou aprendendo no ar”, diz.

Sobre os desafios que ainda não realizou em sua carreira, ela afirma: “Eu queria muito fazer TV a cabo, acho que também é um público novo que é totalmente diferente da TV aberta”.

Chris aproveitou para revelar um caso que aconteceu com ela. A grávida de Taubaté – que fingiu estar grávida de quadrigêmeos – foi ao programa e Chris “bateu o pé” e não queria mostrar a matéria. “Quando ela chegou à Record, eu estava completamente desconfiada dela”. Ela afirmou que tinha certeza que ela não estava grávida. “Ela não tinha nenhum sinal de gravidez, não estava inchada, levantava normalmente”. No momento em que a apresentadora começou a desconfiar, a “grávida” ficou agressiva: “Ela ficou louca, queria me bater”, revelou.