Rogério Flausino manda recado a deputado que citou Jota Quest ao defender Temer: “me erra”

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2017 14h21
Johnny Drum/ Jovem Pan

No início desta semana, o deputado federal Silvio Costa (Avante, antigo PTdoB) fez uma referência a um conhecido hit do Jota Quest ao defender Michel Temer (PMDB). De acordo com ele, o relatório apresentado por Bonifácio de Andrada (PSDB) – relator da segunda denúncia contra o presidente na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara – salvará o peemedebista das acusações de maneira “fácil, extremamente fácil”. Mas o grupo parece não ter gostado da ironia.

“Esses dias aí um deputado falou isso, ‘fácil igual o Jota Quest’. Ah, me erra. Me esquece. Deixa a gente tranquilo aqui”, disse o vocalista Rogério Flausino nesta quarta-feira (4) em entrevista ao Pânico na Rádio. A banda, formada também por Marco Túlio, PJ, Paulinho Fonseca e Márcio Buzelin, reforçou seu discurso político iniciado nas últimas semanas, desde que esteve na edição de 2017 do Rock in Rio. Na ocasião, o cantor criticou a polarização e, ao mandar um abraço às comunidades cariocas, afirmou que “a paz é mais importante do que todos os motivos que esses canalhas têm para passar a mão na nossa grana”.

“No Rock in Rio aconteceu aquele discurso todo sobre a Amazônia. É óbvio que esse assunto é importantíssimo, mas é falado há tanto tempo. Acho que esses últimos acontecimentos foram uma cortina de fumaça do Vampirão [referência a Michel Temer]. ‘Vamos jogar alguma coisa aí para ninguém perceber as cagadas maiores que estamos fazendo do lado de cá’. Fico perplexo com isso”, declarou Flausino, brincando que “Fora, Temer” foi a “música” que mais tocou no festival.

O grupo esteve na bancada para divulgar seu mais novo trabalho, o CD e o DVD Jota Quest Acústico, primeiro álbum no formato unplugged de sua carreira. Ele foi gravado em maio em um estúdio de São Paulo e acaba de ser disponibilizado nas lojas e plataformas online. O disco possui 25 músicas, sendo três delas inéditas: Morrer de Amor (Alexandre Carlo), A Vida e Outras Histórias (Marco Túlio Lara, Tibless, Simões e Leoni) e Você Precisa de Alguém (Marcelo Falcão). Milton Nascimento e Marcelo Falcão (ex-líder de O Rappa) fazem participações especiais.

“Nossos dois últimos discos [Funky Funky Boom Boom (2013) e Pancadélico (2015)] representaram uma volta às nossas origens. Foram soul, funk, disco. Com eles a gente matou a saudade. Agora o Acústico é um passo à frente. É uma coisa que a gente nunca tinha feito (…). Esse formato fez sucesso anos 1990 e 2000, mas achávamos que não tínhamos um repertório vasto na época. Vinte anos depois resolvemos fazer. É uma revisão, um balanço da carreira”, concluiu o vocalista.

Os próximos shows do Jota Quest acontecem dia 14 de outubro em Campo Grande (MS), 1 de novembro em Pelotas (RS), 3 e 4 de novembro em Belo Horizonte (MG), 7 de novembro em Aracaju (SE), 9 de novembro em Novo Hamburgo (RS), 10 de novembro em Curitiba (PR), 11 de novembro em São Paulo (SP) e 18 de novembro em Vitória (ES).