"Sempre falta verba", diz Deco Neves, do programa "Rota Explosiva"

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2014 14h12
Jovem Pan

Lucas Stegmann e Deco Neves ficaram famosos na internet ao produzir vídeos bem-humorados, e atualmente estrelam o programa Rota Explosiva, da MTV Sports. A temporada que termina agora teve 13 episódios e mostra a dupla em aventuras com muitos fogos de artifício, motos e paraquedas. Para eles, porém, seria necessário ter mais investimento para conseguir produzir missões mais interessantes. “Falta verba”, diz Deco.

Segundo eles, para participar de alguns eventos internacionais como o Gumball Rally e Olimpíadas de Inverno, é necessário pedir patrocínio. Além de serem os protagonistas das aventuras, eles ainda têm a produtora que cuida de toda a produção e edição do programa. “A gente fez o programa pela nossa produtora, a Bolovo, a produção, direção e edição ficam por nossa conta”, explica Deco.

“A gente vem da antiga MTV e esse era um programa que eles curtiam lá e quiseram continuar. Foi o único que continuou”, relembra Lucas. Segundo ele, o público-alvo do programa é adolescentes ao redor dos 12 anos de idade e pessoas com mais de 50. “Devem ser os pais que querem relembrar a época deles”, brinca ele. A dupla comenta que depois da do fim da MTV como TV aberta e criação do canal fechado, muita coisa passou a ser terceirizada e que a equipe da própria emissora ficou pequena.

Em pouco mais de duas semanas, a equipe de 17 pessoas passou por três estados: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O ônibus de ano 1982 foi meio de transporte e hotel. “Era um ritmo frenético, gravamos 13 episódios. A gente acordava às 5 da manhã, ia dormir às 2, isso quando não tem um desgraçado pichando a sua calça, soltando fogos de artifício.

O percurso escolhido foi o mais complicado possível, para passar por estradinhas e cidades do inteior. Dentro do veículo iam várias tralhas, entre mini motos, paraquedas e outros equipamentos de atividades radicais.

Um dos grandes momentos desta temporada foi quando conseguiram passar um dia com Ronaldinho Gaúcho na casa dele em Minas Gerais. Eles contam que enviaram um email perguntando se seria possível, e a resposta foi positiva. “Ele falou: ‘demorou, vem aí, a gente faz um churrasco na piscina'”. Ao chegaram, jogaram espuma no jogador, que se vingou jogando as roupas – incluindo carteira – deles na piscina. Depois, colocou fogo no tênis de um dos membros da equipe.