"Sempre que o mundo se bipartidarizou, houve ditaduras", critica Tognolli

  • Por Jovem Pan
  • 23/06/2015 13h28
Rodrigo Ramon/Jovem Pan<p>Claudio Tognolli lançou seu novo livro no Pânico desta terça-feira</p>

O jornalista e escritor Claudio Tognolli garante: “sempre que o mundo se bipartiradizou, houve ditaduras”. A fala foi dada durante participação no Pânico desta terça-feira (23), enquanto debatia e reclamava do teor das discussões sobre a atividade política no Brasil, como as acusações contra Jô Soares – que entrevistou a presidente Dilma Rousseff e foi ameaçado de morte- e contra o juiz federal Sérgio Moro.

Também professor universitário, Tognolli não acha correto o repasse de verbas publicitárias para blogueiros alinhados ao governo, como ocorre há alguns anos. “Se você ganha dinheiro público para defender quem te paga, isto não é legítimo”, acha.

“Hay governo, soy contra. Não tem nada dessa. Se os caras estão manipulando milhões do meu bolso, que quero saber”, disse o jornalista que afirmou não se alinhar nem com PT e nem PSDB.