“Sofri bullying”, diz Marco Mastronelli sobre boatos de filme pornô

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2014 13h52
Nathália Rodrigues/Jovem Pan

No dia do seu aniversário, o cantor e ator Marco Mastronelli participou do programa Pânico nesta terça-feira (12). Em entrevista ao programa, ele contou um pouco sobre a vivência nos Estados Unidos e disse que já trabalhou como pedreiro e até mesmo como personal trainer de diversas celebridades como Brad Pitt, Alicia Silverstone, Samuel L. Jackson entre outros. “Fui direto para Los Angeles porque você tem que focar a onde você quer trabalhar”, disse. No Brasil, Mastronelli ficou conhecido ao participar de Malhação e do reality show Casa dos Artistas. “Depois de Casa dos Artistas eu fiz um espetáculo com Alexandre Frota chamado Good Morning São Paulo”, e continuou: “Depois disso foi a minha volta para os Estados Unidos”, onde mudou o seu nome para Dennis Di Angelo, em homenagem ao irmão falecido. “Sofri bullying”, diz Marco Mastronelli sobre boatos de filme pornô

Em 2003, Mastronelli posou para a G Magazine. Apesar disso, ele afirma nunca ter feito filmes pornôs, mas a notícia se espalhou na internet e ele acabou processando o Google. “Processei o Google por danos morais”, confessou. “É complicado porque o Google disse que não é culpa deles, mas eu já pedi que tirasse tudo que tem o meu nome seja bom ou ruim”. Mastronelli disse que sofreu bullying e chegou até a ir ao psicólogo por conta dos boatos.

Atualmente, de volta ao Brasil, ele está em cartaz na peça A Curra, no Teatro Paiol Cultural. Além da peça, o ator está com o projeto do filme Rotas

“O diretor Elias Junior fez um novo documentário da Rota e têm o roteiro para fazer o longa. Quando eu li achei sensacional, com um nível internacional”, e continuou: “Já fiz uma oficia de 8 horas na rota e descobri coisas sensacionais”.

A Curra
Teatro Paiol Cultural
Rua Amaral Gurgel, 164 (Campos Elíseos)
Funcionamento da bilheteria: Quintas e Sextas, a partir das 16h; Sábados e Domingos a partir das 14h