“Tem este rótulo, se é comediante não pode fazer outra coisa”, diz Samantha Schmütz

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2015 14h15
Bruna Piva / Jovem Pan<p>Atriz esteve nos estúdios do Pânico nesta sexta-feira (4)</p>

Sucesso na TV e nos cinemas, Samantha Schmütz esteve nos estúdios do Pânico nesta sexta-feira (4) para conversar com o elenco sobre o início de sua carreira, projetos futuros e construção de personagens.

“Minha mãe é bailarina clássica, então eu cresci nos palcos, fazendo aula de canto, de dança, então na hora de escolher uma profissão, quase fui para comunicação social, mas acabei optando por teatro”, contou.

Foi no “Zorra Total”, onde ficou por seis anos, que a atriz ficou conhecida pelo Brasil inteiro, ao dar vida ao garoto Juninho Play, pelo qual é lembrada até hoje. Questionada se ela se preocupa em ficar marcada somente com este personagem, Samantha discorda, mas ressalta que deseja trabalhar mais com outros gêneros.

“Não é que eu me preocupo, mas é que às vezes realmente atrapalha. Outro dia fui fazer teste para um musical e acho que não passei por isso. Porque tem muito uma coisa de rótulo, do tipo que ‘é comediante’ e não pode fazer outra coisa. Eu tô afim de trabalhar, independente do que for. Estou na comédia hoje, porque foi o que deu certo”.

Além de atuar, a cantora também ama cantar e revelou que ainda pretende investir mais neste outro lado artístico. “Acho que a gente pode e tem que fazer muita coisa”, defendeu. Ela representa bem esta nova safra de humoristas que se dedicam à mil e uma funções e acabam fazendo de tudo um pouco, atuando na direção, nas produções, nos roteiros e outros diversos nichos relacionados.

“Isso é verdade, me assusta. Outro dia eu estava saindo de casa, primeiro eu não achava a chave do carro, acabei pegando a reserva e fui para a garagem, ao chegar lá não achei meu carro. Aí fui fazendo um retrocesso e, como no dia anterior estava fazendo coisas perto de casa, acabei esquecendo o carro no vallet”, relembrou, ao contar que as vezes se atrapalha em uma rotina tão atribulada.

Animação

Para aproveitar o sucesso que o Juninho Play te deu e também mantê-lo mais próximo dos fãs, há cerca de quatro anos ela começou a trabalhar em um projeto de animação para contar historinhas com a família do personagem.

“Eu sou ele na minha essência, sou uma menina com uma essência masculina. Meu marido que teve a ideia de transformá-lo em animação, porque é uma forma de continuar dando vida a esse personagem sem que eu precise estar presente. Ele fez muito sucesso, então as pessoas me cobram muito, é como se o Juninho fosse outra pessoa”, disse.

A primeira temporada contará com 14 episódios e traz no elenco de dublagens vozes famosas, como Ivete Sangalo, Paulo Gustavo, Fernando Caruso e Sérgio Loroza.

“É um desenho para família, que os adolescentes vão poder assistir com os pais. O ‘Juninho Play’ não era pra criança, mas mesmo assim fez muito sucesso com elas, não sei se por causa do meu tamanho”, completou, aos risos.